Camille Paglia – Por que os homossexuais me atraem



Views:10035|Rating:4.81|View Time:4:8Minutes|Likes:177|Dislikes:7
Camille Paglia, professora e escritora norte-americana, fala sobre as diferenças entre homens e mulheres no universo homossexual e o que a atrai no comportamento de cada grupo. Conferencista do Fronteiras do Pensamento 2007.

Fronteiras do Pensamento | Produção Telos Cultural | Produção Audiovisual V2 | Documentário Arroba | Direção Hique Montanari | Montagem Alfredo Barros | Finalização Marcelo Allgayer | Tradução Eduardo Stigger, Marina Waquil e Mathias Eidelwein

You may also like...

6 Responses

  1. Sabedoria Filosofia says:

    Não concordo com ela a partir do momento em que, procurando defender ''OS homens'' da malhação feminista, lhes tira todos os pecados, além de passar uma ideia muito simplória da história social humana, pois quando fala de ''o que OS homens tem conquistado ao longo da história'' ela está, mesmo sem querer, negando a história, SIM, de intensa, sistemática, enraizada opressão masculina… e não apenas contra a maioria das mulheres, mas também, e até de maneira mais grave contra os próprios homens, opressão essa induzida é claro pelas elites sócio-econômicas… ''O que os homens tem conquistado ao longo da história humana…'' não está levando em conta: escravidão, guerras, dentre outras reais opressões que tem ceifado a evolução humana''…

  2. Rosangela Cavalcanti says:

    Essa fala de Camille Paglia é de uma contradição… Ela enaltece o mundo supostamente artístico e elevado gay para no final matar a charada: o mundo gay fetichiza o ser mulher. A mulher da cabeça do gay só vale enquanto for jovem, magra, linda e loira – exceto suas próprias mães. E mulher é mais que isso. Ou não?

  3. Felipe Mescouto says:

    Não mudou muita coisa, já vi diversos comentários de lésbicas de como um amor puro só pode ser construído entre duas mulheres, pois um homem não tem a capacidade de amar e manchará qualquer relação que ele possa ter com uma mulher.

  4. Isa Blue says:

    Conheço uma pá de gente que ia se doer na alma só de ouvir o que essa Camille Paglia tem a dizer. Desde que vi um vídeo com ela no Roda Viva virei fã e entendi o que me incomodava no feminismo atual. Aqui no Brasil os conhecedores chamam isso de marianismo, que é a exaltação da mulher em detrimento dos homens. Uma bobagem. O comportamento dessas mulheres mancha o movimento feminista. E acho que é daí, dessa raiz do feminismo lésbico, que nasceu essa atrofia cerebral que impede essas mulheres de verem que homens e mulheres são necessários. Ambos são humanos e suas habilidades biológicas não estão em competição.

  5. rhino79 says:

    One of the reasons why I admire Camille Paglia's thought is her use of paradox, and I think many people who despise her fail to see the irony at play in her comments on the sexes. While she may appear to be bashing lesbians, she ends by saying that lesbians are probably happier than gay men at midlife by their shunning of fascist ideals of youth and beauty.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *